Novo experimento a respeito de pedivelas....

     Sempre que sobra um tempinho, ou estudo algo relacionado, ou produzo algo sobre biomecânica, "bike fit" ou assuntos relacionados. Nesse experimento conduzido dentro do Estúdio, tivemos algumas conclusões bem legais acerca da diminuição do tamanho das pedivelas em bicicletas de triatlo. Seguem algumas conclusões: A amostra (n=7) foi composta por praticantes de Triathlon do Distrito Federal com idades entre 27 a 53 anos.

     Critério de inclusão - Como fator de inclusão os participantes deveriam ser praticantes a mais de 2 anos de ciclismo,e declararam não possuírem qualquer tipo de doença: cardiovasculares, mio-articulares e metabólicas ou outras que possam interferir momentaneamente na performance. Para mensurar a percepção subjetiva de esforço (PSE) e a cadência exercida sobre a bicicleta, foi aplicado um protocolo de aquecimento comresistência fixa de 70 watts para ambos os sexos, com duração de cinco minutos.Após o fim do aquecimento, os homens trabalharam com resistência fixa de 210 watts, e mulheres 130 watts, ambos durante 12 minutos, finalizaram o protocolo com um desaquecimento de cinco minutos. Ao final do protocolo um teste de percepção subjetiva de esforço, evidenciou possíveis alterações da mesma com a mudança de pé de vela e o potencímetro expôs alterações na cadência associados a essa mudança.

      Considerando a individualidade de cada ciclista, utilizando a curva T-Student para um grau de significância de 95%, obtemos para os ciclistas que aumentaram o pé de vela em 5mm o aumento médio de 48,3% dos níveis de percepção de esforço. Após a aplicação à curva T-Student com significância de 95%, temos uma redução mínima de 24,3% da percepção entre os participantes que diminuiram o comprimento da pé de vela.Verificamos também, segundo a tabela 5, que o comprimento do pé de vela é variável inversamente proporcional à cadência aplicada, na maioria dos ciclistas o aumento do comprimento do pé de vela diminuiu o ritmo da cadência utilizada, salvo o ciclista 2 (165mm – cadência 97 rpm/ 170mm – cadência 100 rpm) e ciclista 6, que mesmo com a diminuição da milimetragem em 5 mm, manteve a
cadência de 99 rpm.

#gurubikefit #gurucycling #bikefitprofissional